Luva: um acessório indispensável para o ciclista

 

A luva cumpre duas funções essenciais no ciclismo: segurança e conforto. Para as modalidades de ciclismo e de mountain bike, é importante ressaltar que a luva é um acessório indispensável para os ciclistas. Assim como os demais itens, existe uma variedade enorme de modelos no mercado. Então, como escolher a luva ideal? Uma das primeiras características que devemos observar é o seu tamanho. Assim como as roupas, as luvas possuem diversos tamanhos para melhor se adaptar a mão do ciclista.

Dedo longo ou meio dedo?

Existem, pelo menos, dois tipos de luvas: dedo longo e meio dedo. A dedo longo fecha completamente a palma da mão, da extensão do pulso até a ponta dos dedos. Já a meio dedo, mantém a ponta dos dedos expostos. Mas qual a diferença específica entre as duas? Geralmente, a escolha entre esses dois modelos segue muito o gosto de cada ciclista. No entanto, a luva dedo longo, durante os dias ensolarados, pode causar um desconforto, já que a mão costuma transpirar bastante. Com a luva meio dedo, é possível também ter mais sensibilidade nas mãos, seja para trocar uma câmara, pegar algo no bolso ou usar os freios.

O mais importante, porém, quando o assunto é conforto e segurança do ciclista, a escolha entre esses modelos pouco importa. O detalhe que deve ser observado é o tamanho e o desenho da luva. Paralelo à manopla (ver matéria de manopla), a luva auxilia no conforto do ciclista, já que o guidão é um dos três pontos de apoio do ciclista. Na maioria das vezes, o ciclista “joga” todo o peso para frente da bicicleta, o que pode causar uma sobrecarga nas mãos.

De acordo com André Formigão, especialista em Bike Fit, o ciclista deve comprar uma luva que fique bem ajustada à sua mão. “Uma luva maior, por exemplo, pode gerar um desconforto durante a pedalada. Todas as luvas possuem desenhos que acompanham o movimento das mãos e, naturalmente, alivia a pressão no guidão”, destacou. Uma das tecnologias aplicadas às luvas é a Body Geometry Gel, utilizada pela Specialized, e que permite aliviar a pressão sobre os nervos da palma da mão. “Essa tecnologia é uma forma de reduzir as dormências nas mãos provocadas pela trepidação dos terrenos ou pelas longas horas de pedalada”, comentou André.

A escolha entre a luva meio dedo e dedo longo passa pelo critério de gosto pessoal. De qualquer modo, para os mountain biker´s, a luva dedo longo pode ser a ideal, considerando todas as adversidades de uma trilha, pois ela pode evitar, por exemplo, arranhões provocados por galhos. Para os speedeiros, a luva meio dedo pode ser a ideal, justamente porque, durante uma pedalada, pelo menos 80% do guidão é utilizado para controlar a bicicleta.

Nesse caso, a sensibilidade da mão é acionada em vários momentos. “De qualquer modo, todo o ciclista precisa utilizar uma luva, pois essa serve de segurança e conforto e evita que o suor passe o guidão. Lembrando que para cada mão, existe um tamanho específico de luva”, finalizou Formigão.

2017-07-23T18:45:19+00:00 20/06/2017 11:11:12|RAC: Comecei a Pedalar, Roupas & Acessórios de Ciclismo (RAC)|